Artigos

Leia os artigos publicados a respeito da administração fazendária, e tenha mais uma fonte de informações.

  • S.O.S – Servidores, realidade das movimentações do PLP 257/2016

    03Ago/2016

    S.O.S – Servidores, realidade das movimentações do PLP 257/2016


    Muito se ouviu nos últimos dois dias das movimentações aqui em Brasília sobre as negociações no tocante ao PLP 257/2016, mas na realidade muito ainda tem que ser feito, nada de cantar vitória antes da hora.

    Desde o dia 01/08/2016 as negociações foram intensas, mas restrita a poucos, dentro das possibilidades, e foi retirado de pauta deixando as discussões para o dia seguinte (02/08/2016). Já no dia de ontem (02/08/2016), o palco estava armado para o Governo, atropelar e aprovar o PLP 257/2016, inclusive impedindo a entrada dos servidores públicos nas galerias para acompanhar a votação. 
     

    Neste sentido a FENASEMPE e a Confederação dos Servidores Públicos do Brasil – CSPB entraram com requerimento ao Presidente da Câmara, Deputado Federal Rodrigo Maia, solicitando a liberação das galerias para os servidores, contudo, não houve resposta. Não satisfeitos, os Dirigentes da FENASEMPE, SINDSEMP/MG, SINDSEMP/TO e SINSEMP/MS ingressaram com Habeas Corpus no STF visando garantir a entrada nas dependências da Câmara Federal e ainda estamos aguardando a manifestação da relatora Min. Rosa Weber.
     

    Em outra frente de atuação, dirigentes da CSPB apresentaram emendas ao PLP 257/2016 para excluir as maldades contra os servidores públicos do Brasil.Os representantes do SINSEMP-MS, se fizeram presentes em todas as manifestações e articulações na defesa dos interesses da categoria; sugerindo para a Federação e Confederação medidas que garantissem, além da participação efetiva dos servidores, as alterações necessárias no texto do Projeto apresentado pelo Governo, o que resultou na discussão das Emendas que visam proteger os servidores públicos.
     

    Com a apresentação destas emendas mostramos que não vamos abrir mão de nossos direitos e se necessário for, já nasce a semente de uma GREVE GERAL.
     

    Ainda, tendo em vista a retirada da pauta do PLP 257/2016 e inclusão do mesmo para próxima semana, já estamos articulando uma grande manifestação na Câmara Federal durante a votação.
     

    Deixamos claro que a luta continua e não podemos esmorecer.

<< Voltar